Posts

Estadão

Cabeleireiro lança música para celebrar a diversidade das brasileiras

Principalmente nos casos de dermatite aguda ou oleosidade excessiva

Matéria do Estadão na edição 13 de dezembro de 2017
Por Sonia Racy

Cabeleireiro lança música para celebrar a diversidade das brasileiras - Estadão

Cris Dios – fundadora do spa de cabelos Laces – resolveu inovar e convidou os djs Emiliano Beirute e Marina Diniz para criarem uma música inspirada na diversidade das brasileiras. Batizada de ‘Bate Cabelo’, a canção, que tem pegada MPB, será lançada hoje e já é hit certo nas festas de Réveillon de Pipa, São Miguel do Gostoso, Trancoso e Jericoacoara. “A ideia é que grude na cabeça. O cabelo é o ponto máximo da vaidade da mulher. Quando o cabelo está bom, a autoestima também está”, acredita a cosmetóloga, que lança linha de produtos para cabelos afro ano que vem. Confira a seguir trechos da entrevista.

Por que lançar uma música?
Nós sempre fizemos ativações em lugares conhecidos por receber grandes festas de Réveillon — como Trancoso — e gostamos muito da área cultural e artística. Pensando em algo diferente para o verão, meu marido, que é gestor dos cabeleireiros, sugeriu de fazermos uma música. Aí a ‘viagem’ começou (risos).

E o nome ‘Bate Cabelo’?
Quando penso em bater cabelo, logo penso em uma pessoa feliz e essa é a mensagem que queremos passar. Acredito que o cabelo é o ponto máximo da vaidade da mulher. Se o cabelo está bom, a probabilidade de a autoestima também estar é muito grande. Pensamos em um hit de verão para grudar na cabeça, com um ritmo bem brasileiro e que remeta à diversidade que é o Brasil.

Como trabalha a diversidade em seus cabeleireiros?
Nós respeitamos a natureza de cada biotipo. Tentamos trazer a melhor versão de cada mulher que nos procura e não transformá-la em algo imposto pelo universo da beleza. Quanto mais as pessoas se afastam do seu natural, mais trabalho elas têm e de mais idas ao salão vão precisar (risos). Aceitando o seu cabelo como ele é fica muito mais fácil aceitar-se como um todo.

Existem tratamentos específicos para cabelos afro em seus salões?
Hoje vivemos o ápice do empoderamento do cabelo cacheado e nós vamos, sim, lançar uma linha de produtos específicos para esse tipo de cabelo ano que vem. Nossos produtos contêm de 70 a 80% de matérias-primas provenientes da biodiversidade brasileira e o cabelo crespo representa o DNA da brasileira, tem tudo a ver com a nossa filosofia.

Estão com quantas unidades atualmente?
Temos cinco unidades e vamos abrir uma em BH no ano que vem. Será a primeira fora do Estado de SP. Será como um teste.

Vão abrir para franquia?
No momento não acreditamos em franquias para o nosso modelo de negócio, mas acreditamos em parcerias. Também estamos estudando abrir lojas para vender nossos produtos, que atualmente só são encontrados em nossos salões. /SOFIA PATSCH

Estadão

Esfoliar o couro cabeludo: por que vale a pena adotar esse hábito

Principalmente nos casos de dermatite aguda ou oleosidade excessiva

Matéria da Boa Forma na edição de 30 de novembro de 2017
Por Camila Neves

Esfoliar o couro cabeludo - Boa Forma

Para repetir como mantra: couro cabeludo saudável produz cabelo saudável. Quem tem conhecimento dessa verdade absoluta não pisa na bola e dá atenção constante ao responsável em dar vida aos fios. Sabendo disso, a cabeleireira americana Christina Kreitel (@christinakreitel) chocou a internet ao divulgar em seu Instagram um processo de esfoliação profunda – foram quase 8,5 milhões de visualizações! –, no qual demonstra o passo a passo da técnica que aplica em suas clientes:

PASSO 1
Retirar todas as células mortas do couro cabeludo seco, usando uma escovinha específica, com cerdas de javali, muito mais macia que um pente.

PASSO 2
Usar um produto específico para um detox no couro cabeludo e use a escova novamente.

PASSO 3
Massagear por dez minutos (melhor parte!)

PASSO 4
Lavar e secar.

Apesar de agressivo, o procedimento surte efeitos animadores para quem busca uma cabeleira estonteante. “Acredito muito na esfoliação regular, mas sempre com cuidado, de forma delicada, já que o couro cabeludo é extremamente sensível”, alerta a expert Cris Dios, do Laces and Hair, salão paulistano especializado no assunto há mais de 30 anos. Além de remover bactérias e excesso de sebo, o peeling provoca o aumento da circulação sanguínea, estimulando o crescimento do cabelo.

Antes de fechar o pacote completo no seu salão de confiança, porém, consulte um dermatologista – doenças como a psoríase pioram quando o couro cabeludo é esfregado vigorosamente. “Muita força promove efeito rebote, pois agride e irrita a região”, conta Cris. O resultado? Ainda mais descamação. Outras complicações como dermatite e excesso de oleosidade são beneficiadas com a limpeza profunda do couro cabeludo.

Ficou impressionada com as cenas do vídeo? “Trata-se de um couro cabeludo em desequilíbrio, com bastante dermatite, resultado de oleosidade excessiva ou excesso de residual de produtos. Por isso percebemos tanta sujeira saindo”, explica Cris Dios. “Nesses casos, a indicação é esfoliação semanal”, diz ela. Se o seu é normal, pode ser esfoliado a cada 15 dias. Seu cabelo agradece!