Saiba como produtos orgânicos atuam nos fios pela expert no assunto: Cris Dios. E as famosas que já adotaram

Matéria publicada na Tanamoda no dia 28/06/16

Dona de um dos templos dos tratamentos naturais para o cabelo em São Paulo, o Laces and Hair, Crios Dios acaba de lançar nova linha de produtos com enfoque em quem precisa lavar e secar os fios todos os dias.

A Day by Day é composta de ingredientes como alecrim, abacate, lavanda, capim limão, entre outros óleos vegetais e aminoácidos. E não possuem parabenos e sulfato, nem conservantes sintéticos. “Os ativos naturais da fórmula são identificados pelo organismo como um alimento vivo e fresco para o cabelo”, afirma Cris. Os produtos têm preços entre R$ 79 (shampoo e condicionador e R$ 109 o leave in).

Famosas como Alessandra Ambrósio, Candice Swanepoel, Fernanda Paes Leme, entre outras, são fãs dos tratamentos do salão. Aqui algumas considerações da expert para quem quer conhecer melhor e aderir ao estilo saudável.

“No Brasil, não há distinção legal entre produtos que possuem 0,1 por cento de componentes naturais em sua fórmula de outros que têm 90 por cento. Todos podem usar o rótulo de produtos naturais, por isso é preciso tomar cuidado”

“Para fazer a transição dos cabelos de quem usa produtos de farmácia para entrar num processo natural, é preciso fazer um detox capilar. Ele faz a assepsia do couro cabeludo, com uma limpeza em que são retiradas várias camadas de resíduos que vão se acumulando nos fios e dificultando a absorção de nutrientes. Depois fazemos o equilíbrio de vitaminas e minerais  no cabelo”

“Muitas vezes a mulher vem ao salão com a queixa de ter a raiz oleosa e as pontas secas, e na verdade o que ela tem na área da raiz é um residual químico dos produtos que ela está usando. Ela passa um shampoo super hidratante para tentar equilibrar os fios e acaba sobrecarregando o couro cabeludo. Os produtos orgânicos visam dar esse equilíbrio naturalmente aos fios”

“Todo dia usamos pelo menos 13 cosméticos diferentes entre pasta de dente, desodorante, tudo mais. Se escolhermos pelo menos dois deles orgânicos, já é uma evolução É um processo de transição e de conscientização, de saber escolher melhor aquilo que a gente se alimenta e o que passa no corpo”