Posts

Você sabe a importância do couro cabeludo para ter um cabelo bonito e saudável?

Mulher deitada de costas com os olhos fechados

Não é de hoje que falo que para ter um cabelo bonito, é preciso ter um couro cabeludo saudável. Para ter um cabelo com brilho, balanço e movimento, é necessário cuidar da base de onde nasce nosso cabelo.

Mas afinal, o que é ter um cabelo saudável?

Por muito tempo acreditamos que para ter um cabelo bonito, era necessário ter um cabelo liso, brilhante e alinhado. Tudo isso, claro, determinado por um preconceito estrutural com a diversidade de formas e texturas diversas de cabelos ao redor do mundo. Hoje vivemos uma libertação de padrões pré estipulados que certamente ainda há muito a percorrer, mas já é um começo de um momento muito importante. Tecnicamente ter um cabelo saudável não está relacionado ao fato dele ser liso ou não, mas sim a características físicas que os fios apresentam como: brilho, elasticidade, ausência de frizz, desembarace, ausência de queda e quebra.

Um cabelo saudável é um cabelo em equilíbrio de diversos fatores, entre eles: oleosidade, ressecamento, equilíbrio do nascimento e crescimento de fios. Para que tudo esteja em homeostase, precisamos de três componentes importantes: saúde interna, quantidade de nutrientes e saúde em geral, assim como bons hábitos, a prática de esporte, saúde mental e psíquica, além da escolha de cuidados e produtos adequados as necessidades dos fios e couro cabeludo.

O couro cabeludo é a base de um cabelo saudável. Para isso, é necessário que haja circulação sanguínea, controle da oleosidade, ressecamento, equilíbrio de microbioma capilar, bom aporte de nutrientes e umidade necessária. Nossa, parece muita coisa, não?

Agora imagine você que muitas pessoas nunca nem sequer pensaram no couro cabeludo e sempre compraram produtos para cuidar dos fios, sem nem contemplar como é o seu couro cabeludo. Mas a partir de hoje este cenário será diferente. Vamos aprender tudo sobre esta nossa “terra fértil” para que nossas “plantinhas”, como costumo chamar, sejam ainda mais felizes e saudáveis. O couro cabeludo é responsável por toda a distribuição de nutrientes que vêm da parte interna, ou seja, do organismo interno. Por isso temos que cuidar muito bem da nossa saúde. Sem ela, os fios ficam prejudicados, desde a sua produção, até o seu crescimento.

Preparei uma enquete para ir mais a fundo sobre como você cuida do couro cabeludo.

– Como você lava o seu cabelo? Ou melhor, o seu couro cabeludo?

– Usa água muito quente durante o banho?

– Seus produtos têm conservante sintético?

– Faz muita espuma?

– Você deixa creme de pentear no seu couro cabeludo?

Todas as perguntas acima têm tudo a ver com o equilíbrio diário do seu couro cabeludo e fios. Às vezes você pode ter boa saúde, imunidade alta, boa alimentação, mas na hora da escolha dos hábitos, vai tudo por água abaixo. Os hábitos e produtos podem desequilibrar a saúde do couro cabeludo e ocasionar danos aos fios, que ocorre pelo desequilíbrio do microbioma local.

No meu próximo texto, vou contar sobre o que é o microbioma local e como você pode cuidar dele para ter o cabelo que você sempre desejou: com brilho, macio e movimento.

Ah e vem novidade boa por aí, focada em couro cabeludo, o segredo de um cabelo saudável.

Cris Dios, cosmetóloga, viciada em bem-estar e cabelos saudáveis

Junto à sua timidez, Cris Dios sempre carregou um olhar curioso e aguçado. Desde pequena assistia à sua mãe, Mercedes, num espaço cheio de plantas, em uma época que não imaginava que estas viriam a ser, no futuro, sua essência na forma de matérias- primas para cabelos saudáveis. Alquimias feitas em um fogão nos fundos de um pequeno salão no Brooklin, antes mesmo de ser criada a normatização da Anvisa, já apontavam que o seu futuro estava entre ervas, plantas e os cabelos saudáveis. Naquele tempo ela ainda nem imaginava que aquilo se tornaria seu ofício e que traria tanta satisfação e o encontro com o seu propósito.

Toda a história começou com seu avô, João Emanuel Dios, que chegou ao Brasil, escondido em um navio vindo da Espanha atrás de um grande amor, com quem se casou depois e deu início à sua Família. Uma de suas filhas, Mercedes, influenciada pelo seu trabalho de cura de doenças de couro cabeludo pelo uso de ervas, inaugurou o Laces, que, no início, guardava seus cosméticos na geladeira, em função da sua composição com ingredientes frescos e naturais.

Cris cresceu neste meio, vendo e vivendo toda esta alquimia. No começo de sua carreira cursou 2 anos da faculdade de Arquitetura, que tivera que interromper por conta de uma gravidez inesperada, aos 21 anos. Já envolvida nos negócios da família, engajou-se com o que, até ali, era para ser “temporário” e que aos poucos foi se tornando o caminho de encontro com sua paixão. Foi estudar Cosmetologia e, quando se formou, não conseguia definir se era maior sua paixão ou sua curiosidade pelo universo do cabelo saudável. Mas sua preocupação foi e vai além da simbologia e da relação das clientes com seus cabelos. Tem a ver com beleza natural, aceitação, autoamor, e a intenção de propagar às suas clientes uma filosofia de beleza gradual, de aceitar como você é, sua natureza e ir em busca de sua melhor versão, sem esquecer quem é você neste caminho.

Seu propósito também está alinhado com um conceito vasto e amplo, além da beleza pela beleza, mas no seu compromisso com a evolução humana e com a natureza.

Ela viajou para todos os grandes centros buscando conhecimentos em beleza e design que formam os melhores profissionais do mundo: Nova York, Londres, Milão, Roma, Firenze, Frankfurt, Copenhague, Toronto, Quebec, Amsterdã, Paris e, mais recentemente, mergulhou em Provence para desenvolver um sonho, uma coloração vegetal.

Ela lidera hoje 270 pessoas que compõem um time engajado em caminhar pelo processo de desenvolvimento da saúde dos cabelos, promovendo a interior e real beleza gradual de cada cliente.

Durante sua trajetória, Cris sempre se manteve consciente sobre suas escolhas. Desde a sua vida pessoal à vida da empresa, ela procurou conhecimento por meio de muito estudo e pesquisa constantes sobre novas técnicas, que estivessem de acordo com a nutrição da fisiologia humana e ambiental.

Este conhecimento levou-a ao desenvolvimento de um “ECOSSISTEMA da beleza”, que engloba suas pesquisas, a preocupação com o embasamento técnico de seus profissionais, a articulação de resoluções sustentáveis compensadoras do impacto ambiental gerado pelos salões e a ação de todo este ecossistema em funcionamento nas lojas permitindo um controle do resultado e da experiência.

A subjetividade da arte, evidente em todas as unidades Laces, torna-se fundamental para a experiência de estar presente em algum dos seus cinco endereços em São Paulo, um no Rio de Janeiro, e um em Belo Horizonte, Minas Gerais. Gente é o elemento fundamental para conduzir este acontecimento. E, claro, sinergia e paixão pelo que se faz.